Saiba como a Lojas Calci “virou a chave” do crescimento ao apostar no crediário

Nada melhor do que vivenciar o dia a dia do varejo brasileiro para entender as reais necessidades dos lojistas no que se refere à gestão de crédito e cobrança.

Afinal, foi para ajudá-los nessa tarefa que criamos o sistema Meu Crediário!

É por isso que costumo viajar sempre que posso para visitar alguns dos nossos usuários e conhecer seus negócios mais de perto. Nessas visitas, dou prioridade a lojas de confecção, calçados e ótica, pois é nestes segmentos que está a maior parte do nosso público.

Gosto de conversar com os proprietários para conhecer os motivos que os levaram a apostar no crediário e saber como eles fizeram para transformar as vendas a prazo na sua principal fonte de lucros.

Foi com este objetivo que estive recentemente em Lajeado, no Rio Grande do Sul, onde visitei a sede da Lojas Calci, do empresário Nilton Colombo.

Neste artigo, vou contar como este lojista revolucionou o seu negócio duas vezes:

A primeira 18 anos atrás, quando decidiu investir no crediário próprio, e a segunda há pouco mais de dois anos, quando começou automatizar as vendas a prazo com a ajuda do Meu Crediário.

Quer saber como foi?

De empresa familiar a rede de franquias

O início da história da Lojas Calci é bem interessante e, de certa maneira, semelhante ao de muitas empresas familiares espalhadas pelo país. A loja teve origem na divisão de um negócio familiar que foi fundado em 1975 e reestruturado em 1998.

Tudo começou com a Calçados Colombo, fundada por um irmão para vender os sapatos que o pai deles fabricava na cidade vizinha de Santa Clara do Sul.

Nilton começou a trabalhar na loja em 1985, passando pelos setores de cobrança, devolução e estoque, até tornar-se um dos cinco sócios do negócio em 1992.

Seis anos depois, com uma rede de cinco lojas, a Calçados Colombo enfrentou sérias dificuldades financeiras e foi dividida entre os sócios. Nilton ficou com a primeira unidade da rede, na Rua Júlio de Castilhos.

“Foi um grande aprendizado”, lembra o empresário. “Como era formado em Administração de Empresas, quis aliar a minha experiência com as boas práticas de gestão que tinha aprendido na faculdade”. Foi quando ele finalmente passou a operar da forma como gostaria

A partir daí, Nilton tratou de expandir e foi adquirindo novas unidades até reformatar de vez o negócio, que renasceu em 2013 como uma rede de franquias multimarca e com um novo nome: Lojas Calci.

Hoje, além da sede em Lajeado, já são 22 lojas franqueadas e Nilton comemora a expansão da rede para além das fronteiras do Rio Grande. Em 2018 foram inauguradas uma unidade em Foz do Iguaçu (PR) e outra em Dourados (MS).  

apostar no crediário

Temos que vender a prazo!

Conversando com o Nilton, ele me explicou que o ponto de virada aconteceu em 2000, dois anos depois dele ter assumido uma das unidades da Calçados Colombo.

Mesmo com a divisão do negócio, as dificuldades no caixa continuavam e as vendas pareciam não decolar.  

Foi quando começou um momento de grande expansão do crédito ao consumidor no Brasil, e Nilton percebeu nisso uma grande oportunidade:

Para ter mais sucesso nas vendas e ampliar o público da loja, ele decidiu que era preciso investir todas as suas fichas nas vendas a prazo e apostar no crediário próprio.

Segundo Nilton, essa descoberta foi uma verdadeira “virada de chave” no negócio.

Mas havia ainda um grande problema:

Como começar a financiar as compras dos clientes se ele não tinha dinheiro nem para pagar as contas da loja?

Foi aí que surgiu a figura de Antonio Carlos Diel, o “Kiko”.

Amigo de infância da pequena Santa Clara do Sul, ele trabalhava em uma empresa de factoring e atuava como investidor-anjo. Ambos se conheciam de longa data, gostavam de números, mas nunca tinham trabalhado juntos.

Quando ficou sabendo dos planos do amigo lojista, Diel percebeu que apostar no crediário era uma ótima ideia e decidiu aportar capital financeiro no negócio, a juros reduzidos.

Também trouxe um importante aporte de capital humano, tornando-se diretor de expansão da rede de franquias.

“Com isso, passamos a vender a prazo e a pagar os fornecedores à vista (com desconto)”, lembra Nilton. “Tinha chegado o momento de virar o jogo!”

Um parceiro para apostar no crediário

Diante da expansão que a Lojas Calci obteve com as vendas a prazo, Nilton começou a sentir necessidade de modernizar a gestão do crediário próprio.

Por meio de um consultor do Rio Grande do Sul, ele chegou até nós no início de 2017 com alguns desafios bem claros:

  1. Reiniciar o crediário “do zero” e padronizar o modelo de crediário em todas as lojas da franquia;
  2. Implantar políticas que gerem oportunidade de vendas para clientes novos, sem perder o controle da inadimplência;
  3. Tornar a operação do crediário mais fácil para o usuário do sistema da empresa.

Como o crediário iniciou do zero, o grande desafio era manter a inadimplência em níveis baixos e proporcionar um limite de crédito aceitável para novos clientes.

Todas estas metas já evoluíram bastante, mas o desafio ainda persiste e deve se manter por mais um período, até que a carteira de clientes da Calci esteja maior e estabilizada.

Aliás, foi para alinhar melhor esta estratégia que me reuni com o Nilton e o Kiko por quase quatro horas na sede da empresa em Lajeado.

Nessa conversa, identificamos algumas oportunidades na base atual de clientes e reforçamos uma parceria que permitirá à Lojas Calci investir ainda mais no crediário.

Pessoalmente, eu adoro quando tenho a oportunidade de fazer isso com os usuários do nosso sistema! 😊

Estava comentando com o Nilton:

O o que eu mais gosto da experiência da empresa dele com o Meu Crediário é que conseguimos estruturar uma operação do zero, com análise de crédito 100% automática.

E tudo isso com uma equipe bastante enxuta.

Sabe quantas pessoas tocam o crediário da Calci?

Duas! 😎

Na foto: Antônio Carlos Diel (diretor de expansão), Jeison Schneider (CEO Meu Crediário) e Nilton Colombo (diretor de operações).

E então? Gostou da história do Nilton e da Lojas Calci?

Se você quer obter o mesmo sucesso vendendo no carnê, visite agora mesmo o nosso site e descubra como o Meu Crediário pode ajudar a sua loja.  

Um abraço e até a próxima!

P.S.: Deixo um agradecimento especial para o Kiko e o Nilton, por acreditarem no nosso trabalho e também pela humildade e transparência com que têm tratado os negócios conosco!

mc_cta_webinar_vendercrediario