7 estratégias vencedoras para quem vende parcelado

As incertezas da economia têm colocado os varejistas brasileiros diante de uma série de desafios e incertezas sobre o futuro dos seus negócios.

Quem vende parcelado, por exemplo, fica preocupado com o aumento da inadimplência e o endividamento do consumidor.

Contudo, mesmo diante das dificuldades para a retomada do consumo no país, ainda é possível encontrar lojistas que estão prosperando com as vendas a prazo.

E como é que eles conseguem?

Não é uma tarefa fácil. Mas tudo depende de adotar as estratégias corretas e promover ações capazes de aumentar as vendas mesmo em tempos de crise.

Na lista a seguir eu sugiro algumas alternativas para que você faça exatamente isso no seu negócio.

Está pronto para vender mais e melhor?

Então vem comigo!

7 ações para aumentar as vendas no varejo

1. Mantenha a equipe bem treinada e motivada

As lojas que mais se destacam em volume de vendas com certeza trabalharam forte o treinamento e a motivação da sua equipe.

Você precisa fazer o mesmo!

Motivar e capacitar o vendedor são formas de aumentar o comprometimento da equipe com os resultados e também buscar novas soluções para o negócio.

Procure compartilhar algumas ideias com seus vendedores ou gerentes “preferidos”. Eles podem lhe trazer o ponto de vista de quem trabalha diariamente em contato com o consumidor.

2. Dê um incentivo financeiro para os vendedores

Existe loja que ainda não trabalha remuneração variável para vendedores?

As lojas que tiveram crescimento acima da média nos últimos anos usaram este incentivo para obter o melhor desempenho da sua equipe.

Se você paga ao vendedor uma comissão superior à da concorrência, você ainda mostra para as pessoas que trabalham na sua loja que, além de importante, o trabalho delas é valorizado financeiramente.

3. Tenha gerentes com alto nível de comprometimento

Durante mais de dez anos de experiência trabalhando com um perfil específico de lojista que vende parcelado, identificamos que muitos deles tiveram queda significativa no faturamento ao perder o gerente da loja.

Ao mesmo tempo, identificamos também empresas aumentaram muito o faturamento e o ticket médio por contratarem com profissionais capacitados para gerenciar suas lojas.

Isso demonstra que o gerente é peça fundamental para manter a equipe motivada e auxiliar o lojistas a implementar (e planejar) suas ações.

Por isso, tenha um cuidado especial para contratar gerentes para o seu negócio. Se você vende parcelado, é importante que eles tenham em mente uma coisa:

Melhor do que vender demais é receber em dia!

4. Reinvente a imagem da sua loja

Nunca é tarde para reinventar o modelo de marketing do seu negócio. Afinal, o mercado muda, o consumidor muda, os produtos mudam… por que você não pode mudar?

Se você acha que sua loja está pronta para uma mudança como essa, não tome decisões precipitadas.

Não esqueça que você está lidando com um ativo muito importante: seu posicionamento no mercado.

Procure agências e profissionais especializados em marketing para varejo e não esqueça de pesquisar muito o mercado antes de mudar qualquer coisa em relação à sua marca.

5. Utilize os canais digitais para vender (e cobrar)

Manter contato com o cliente depois que ele sai da loja é fundamental para criar relacionamento e novas oportunidades de venda.

Para fazer isso de forma realmente eficaz você não pode se limitar a ligações telefônicas ou cartões de aniversário enviados pelo correio.

É preciso usar cada vez mais a internet. Mandar a mensagem onde a atenção do consumidor realmente está!

E isso serve tanto para enviar ofertas e reativar consumidores inativos quanto para cobrar inadimplentes.

Que tal aproveitar as facilidades do WhatsApp para cobrar devedores?

Ou então fazer ações de captação e retenção de clientes usando o SMS Marketing?

6. Cuide do seu ponto de venda

Muitas lojas obtiveram aumento de vendas após investirem em uma reforma ou mudança de endereço.

Então vale fazer uma pesquisa na sua cidade e identificar se sua localização é realmente estratégica ou mesmo questionar a quanto tempo você usa o mesmo layout na loja?

Se não houver recursos disponíveis para isso, procure ao menos manter o visual da loja sempre renovado e agradável para o seu consumidor.

Há sempre algo a melhorar!

Para ter alguma ideias de onde melhorar esse aspecto, sugiro conferir esta lista com os erros que mais prejudicam seu ponto de venda.   

7. Dê prioridade ao crediário próprio

Especialmente nos segmentos de calçados, confecção e óticas, há muitas lojas que estão conseguindo vencer a crise e faturar mais por terem adotado o crediário próprio.

Elas perceberam que poderiam explorar mais as vendas a prazo e identificaram que seu público-alvo estava com dificuldades para ter limite no cartão de crédito, além de ter um score baixo junto aos bancos.

Com essas informações, criaram estratégias buscando fidelizar os clientes criando ações de marketing e comunicação para divulgar o crediário.

Que tal fazer o mesmo na sua loja?

Trabalhar com crediário próprio e incentivar os clientes a comprar no carnê é o melhor caminho para vender mais e aumentar o faturamento, sem perder o controle da inadimplência.

Você também vende parcelado e está em busca de uma ferramenta para profissionalizar seu negócio?

Conheça o Meu Crediário e seja bem-vindo(a) ao futuro das vendas a prazo!

Você vai se interessar também

O que muda com a chegada da Quod, o novo cadastro positivo dos bancos

Você já ouviu falar da Quod, o novo bureau de crédito do Brasil? A Quod é uma empresa controlada pelos cinco maiores bancos ...
5 min de leitura | 18/06/2019
como evitar calotes de clientes

8 dicas para evitar calotes de clientes

O calote é uma ameaça constante para quem vende à prestação. Portanto, se você trabalha com vendas parceladas precisa ...
4 min de leitura | 13/06/2019
risco de crédito no varejo

Risco de crédito no varejo: uma visão estratégica para lojas com crediário próprio

Já falei aqui no blog sobre como fazer gestão de risco de crédito em lojas que trabalham com crediário próprio. Trata-se ...
7 min de leitura | 11/06/2019

7 estratégias vencedoras para quem vende parcelado

Receba as novidades por e-mail

As incertezas da economia têm colocado os varejistas brasileiros diante de uma série de desafios e incertezas sobre o futuro dos seus negócios.

Quem vende parcelado, por exemplo, fica preocupado com o aumento da inadimplência e o endividamento do consumidor.

Contudo, mesmo diante das dificuldades para a retomada do consumo no país, ainda é possível encontrar lojistas que estão prosperando com as vendas a prazo.

E como é que eles conseguem?

Não é uma tarefa fácil. Mas tudo depende de adotar as estratégias corretas e promover ações capazes de aumentar as vendas mesmo em tempos de crise.

Na lista a seguir eu sugiro algumas alternativas para que você faça exatamente isso no seu negócio.

Está pronto para vender mais e melhor?

Então vem comigo!

7 ações para aumentar as vendas no varejo

1. Mantenha a equipe bem treinada e motivada

As lojas que mais se destacam em volume de vendas com certeza trabalharam forte o treinamento e a motivação da sua equipe.

Você precisa fazer o mesmo!

Motivar e capacitar o vendedor são formas de aumentar o comprometimento da equipe com os resultados e também buscar novas soluções para o negócio.

Procure compartilhar algumas ideias com seus vendedores ou gerentes “preferidos”. Eles podem lhe trazer o ponto de vista de quem trabalha diariamente em contato com o consumidor.

2. Dê um incentivo financeiro para os vendedores

Existe loja que ainda não trabalha remuneração variável para vendedores?

As lojas que tiveram crescimento acima da média nos últimos anos usaram este incentivo para obter o melhor desempenho da sua equipe.

Se você paga ao vendedor uma comissão superior à da concorrência, você ainda mostra para as pessoas que trabalham na sua loja que, além de importante, o trabalho delas é valorizado financeiramente.

3. Tenha gerentes com alto nível de comprometimento

Durante mais de dez anos de experiência trabalhando com um perfil específico de lojista que vende parcelado, identificamos que muitos deles tiveram queda significativa no faturamento ao perder o gerente da loja.

Ao mesmo tempo, identificamos também empresas aumentaram muito o faturamento e o ticket médio por contratarem com profissionais capacitados para gerenciar suas lojas.

Isso demonstra que o gerente é peça fundamental para manter a equipe motivada e auxiliar o lojistas a implementar (e planejar) suas ações.

Por isso, tenha um cuidado especial para contratar gerentes para o seu negócio. Se você vende parcelado, é importante que eles tenham em mente uma coisa:

Melhor do que vender demais é receber em dia!

4. Reinvente a imagem da sua loja

Nunca é tarde para reinventar o modelo de marketing do seu negócio. Afinal, o mercado muda, o consumidor muda, os produtos mudam… por que você não pode mudar?

Se você acha que sua loja está pronta para uma mudança como essa, não tome decisões precipitadas.

Não esqueça que você está lidando com um ativo muito importante: seu posicionamento no mercado.

Procure agências e profissionais especializados em marketing para varejo e não esqueça de pesquisar muito o mercado antes de mudar qualquer coisa em relação à sua marca.

5. Utilize os canais digitais para vender (e cobrar)

Manter contato com o cliente depois que ele sai da loja é fundamental para criar relacionamento e novas oportunidades de venda.

Para fazer isso de forma realmente eficaz você não pode se limitar a ligações telefônicas ou cartões de aniversário enviados pelo correio.

É preciso usar cada vez mais a internet. Mandar a mensagem onde a atenção do consumidor realmente está!

E isso serve tanto para enviar ofertas e reativar consumidores inativos quanto para cobrar inadimplentes.

Que tal aproveitar as facilidades do WhatsApp para cobrar devedores?

Ou então fazer ações de captação e retenção de clientes usando o SMS Marketing?

6. Cuide do seu ponto de venda

Muitas lojas obtiveram aumento de vendas após investirem em uma reforma ou mudança de endereço.

Então vale fazer uma pesquisa na sua cidade e identificar se sua localização é realmente estratégica ou mesmo questionar a quanto tempo você usa o mesmo layout na loja?

Se não houver recursos disponíveis para isso, procure ao menos manter o visual da loja sempre renovado e agradável para o seu consumidor.

Há sempre algo a melhorar!

Para ter alguma ideias de onde melhorar esse aspecto, sugiro conferir esta lista com os erros que mais prejudicam seu ponto de venda.   

7. Dê prioridade ao crediário próprio

Especialmente nos segmentos de calçados, confecção e óticas, há muitas lojas que estão conseguindo vencer a crise e faturar mais por terem adotado o crediário próprio.

Elas perceberam que poderiam explorar mais as vendas a prazo e identificaram que seu público-alvo estava com dificuldades para ter limite no cartão de crédito, além de ter um score baixo junto aos bancos.

Com essas informações, criaram estratégias buscando fidelizar os clientes criando ações de marketing e comunicação para divulgar o crediário.

Que tal fazer o mesmo na sua loja?

Trabalhar com crediário próprio e incentivar os clientes a comprar no carnê é o melhor caminho para vender mais e aumentar o faturamento, sem perder o controle da inadimplência.

Você também vende parcelado e está em busca de uma ferramenta para profissionalizar seu negócio?

Conheça o Meu Crediário e seja bem-vindo(a) ao futuro das vendas a prazo!

Você vai se interessar também

O que muda com a chegada da Quod, o novo cadastro positivo dos bancos

Você já ouviu falar da Quod, o novo bureau de crédito do Brasil? A Quod é uma empresa controlada pelos cinco maiores bancos ...
5 min de leitura | 18/06/2019
como evitar calotes de clientes

8 dicas para evitar calotes de clientes

O calote é uma ameaça constante para quem vende à prestação. Portanto, se você trabalha com vendas parceladas precisa ...
4 min de leitura | 13/06/2019
risco de crédito no varejo

Risco de crédito no varejo: uma visão estratégica para lojas com crediário próprio

Já falei aqui no blog sobre como fazer gestão de risco de crédito em lojas que trabalham com crediário próprio. Trata-se ...
7 min de leitura | 11/06/2019

Deixe seu comentário sobre o artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado.

A inadimplência não te deixa dormir?

Análise de crédito, cobranças automáticas e negativação de inadimplentes, tudo no mesmo sistema, tudo rápido e fácil.
Chega de preocupações!

A inadimplência não te deixa dormir?

Análise de crédito, cobranças automáticas e negativação de inadimplentes, tudo no mesmo sistema, tudo rápido e fácil.
Chega de preocupações!