O que observar na hora de contratar um vendedor varejista?

Uma das maiores dúvidas que pairam sobre a cabeça dos lojistas é como devem avaliar um vendedor varejista para fazer a contratação certa. Ficar atento a alguns fatores será importante para evitar dores de cabeça futuras e garantir a estabilidade do profissional no emprego. Mais do que isso, é preciso confiar nele.

Para resolver esse problema, listamos abaixo os 6 fatores mais importantes a serem considerados na hora de tomar a decisão de contratar um novo vendedor para a sua loja. Confira!

1. Comunicação e relacionamento

Considerando que o vendedor representará a sua loja diante do consumidor, a comunicação e a forma como ele se relaciona com as pessoas são aspectos fundamentais a serem analisados. Isso influenciará diretamente nas vendas, uma vez que clientes e colegas de trabalho sentirão o impacto.

Nada que uma boa conversa, não muito longa, não possa revelar. O ideal é ir um pouco mais além e fazer uma dinâmica de grupo, mesmo se houver apenas dois candidatos, para avaliar não só a habilidade de se comunicar, mas também a de se relacionar e cooperar com o grupo.

2. Avaliação comportamental

A avaliação comportamental é um dos fatores mais importantes a serem analisados para evitar problemas na loja. A personalidade, muitas vezes, só é revelada verdadeiramente após um tempo de convivência no trabalho, o que pode ser perigoso.

Para evitar isso, utilize alguns meios eficientes como a avaliação psicológica e a dinâmica de grupo para analisá-lo. Esse conjunto de informações ajudará a identificar o perfil comportamental do candidato a vendedor varejista.

3. Capacitação profissional

Contratar profissionais qualificados não significa que você não precisará investir na atualização deles, mas ajudará a economizar tempo e um bom dinheiro com cursos e treinamentos mais aprofundados.

Conhecimentos adquiridos por meio de cursos, palestras, treinamentos teóricos e práticos serão importantes para o vendedor trazer know how de qualidade para a loja e influenciar diretamente nos resultados gerais.

Avalie o currículo do candidato e dê preferência para os profissionais que tenham, além da capacitação, o perfil adequado para atender as necessidades do cargo a ser ocupado. Se ele busca se atualizar sozinho e de forma constante, melhor ainda.

4. Habilidades práticas

Não só conhecimentos teóricos importam na hora de contratar um vendedor varejista. É preciso saber colocá-los em prática. Lembre-se que a teoria sem a prática não traz tantos resultados. Porém, o inverso gera experiências valiosas que podem ser complementadas com conhecimento.

Além de avaliar as experiências do candidato, crie uma ou mais historinhas incluindo as mais diversas situações vivenciadas na loja e peça para ele apresentar soluções. Essa é uma boa forma de testar as habilidades práticas aliadas ao conhecimento.

5. Aparência física

Provavelmente, a sua loja já tenha algumas regras internas relacionadas à higiene pessoal e aparência física dos profissionais, certo? Se não tiver, é bom estabelecer algumas para criar uma cultura interna e passar uma boa imagem da loja. Essas normas também facilitarão as próximas contratações, uma vez que terá mais um critério de avaliação nas mãos.

A higiene e a aparência devem ser avaliadas, pois ninguém gosta de ficar perto de uma pessoa com mau cheiro e desleixada, influenciando diretamente nas vendas e na perda de outros bons vendedores. Então, fique atento. Na primeira entrevista já será possível observar esses detalhes.

Siga a ordem de avaliação curricular: entrevista pessoal (individual), avaliação psicológica, dinâmica de grupo e contratação. Em cada etapa, coloque em prática as dicas mencionadas acima e você poderá contratar um novo vendedor para a sua loja de forma mais confiável e tranquila.

6. Pretensão salarial

É importante você ter percepção de salário já estipulado e dar muita atenção para isso. Lembre-se que bons profissionais ganham acima da média de mercado pois entregam (faturam) mais. Salário ruim atrai vendedor ruim, salário bom atrai bons vendedores. É importante você saber qual deles você quer contratar.

E você, o que considera na hora de contratar um vendedor varejista? Conta para a gente nos comentários!

mc_cta_ebook_fluxocaixa

Você vai se interessar também

clusterização de lojas

Clusterização de lojas: como otimizar a política de crédito em redes varejistas

Você já ouviu falar em clusterização de lojas? Sabe como essa estratégia pode contribuir para o sucesso da sua operação ...
6 min de leitura | 17/01/2020
consultar o CPF

Como consultar o CPF do cliente pode gerar vendas mais seguras?

Para quem vende no crediário, a etapa mais importante de todo o processo é a hora de analisar o crédito do consumidor para ...
8 min de leitura | 14/01/2020
definir limite de crédito

Você ainda usa a renda do cliente para definir limite de crédito? Então leia isso!

Definir limite de crédito para clientes no crediário próprio pode ser mais complexo do que você imagina.  A prática ...
5 min de leitura | 07/01/2020

Deixe seu comentário sobre o artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A inadimplência não te deixa dormir?

Análise de crédito, cobranças automáticas e negativação de inadimplentes, tudo no mesmo sistema, tudo rápido e fácil.
Chega de preocupações!

A inadimplência não te deixa dormir?

Análise de crédito, cobranças automáticas e negativação de inadimplentes, tudo no mesmo sistema, tudo rápido e fácil.
Chega de preocupações!