Por que você deve prestar atenção nestes três indicadores de gestão do crediário próprio

Já falei em diversas oportunidades aqui no blog sobre boas práticas na gestão do crediário próprio.

Mas se eu fosse resumir tudo na forma de um “grande segredo sobre o seu crediário” ou algo do tipo, eu diria:

Adote um método eficaz de análise de crédito, capaz de fomentar as vendas no crediário sem comprometer o fluxo de caixa da loja.

Simples assim!

?

Ok. Eu sei que não é nada simples…

Mesmo assim, é algo fundamental para a saúde financeira do seu negócio!

Pensando nisso, decidi destacar neste artigo três indicadores que vão ajudar você a ampliar suas estratégias de análise e conceder crédito com maior qualidade na sua loja.

Mas, antes de ir adiante na gestão do crediário próprio, é importante que você entenda que a liquidez da sua empresa sofrerá um forte impacto com a adoção destes parâmetros.

Aliás, é bastante provável que você nunca tenha ouvido falar das informações que vou revelar a seguir…

Mas não se preocupe. São todos conceitos fáceis de entender e de aplicar no dia-a-dia do seu negócio!

Com vocês, os três indicadores fundamentais para a gestão do crediário próprio:

1. Faturamento médio por plano

Muitos lojistas adotam apenas um plano de pagamento fixo para todos os clientes, sem  perceber que a segmentação e a flexibilidade são importantes para atender às necessidades de cada um.

Prestar atenção nisso pode ajudar a reduzir drasticamente o índice de inadimplência e garantir maior liquidez para o capital de giro empenhado no crediário.

Sua loja pode ter vários planos de pagamento com prazos diferentes, desde que consiga avaliar o faturamento médio de cada um para saber qual deles é mais rentável.

Logo você descobrirá aquele plano que a maioria dos clientes prefere e se sente mais à vontade para pagar.

Com essas informações em mãos, você poderá definir um público-alvo interessante para realizar promoções e alavancar as vendas!

2. Prazo médio de pagamento por plano

Saber o prazo médio de pagamento de cada plano é muito importante para determinar quanto tempo, em média, sua loja leva para ter o retorno de um crédito concedido a um cliente.

Ao calcular este prazo, você consegue saber quais são os planos que permitem um retorno mais rápido para a empresa e facilitam o pagamento para os clientes.

O mesmo indicador pode revelar os planos que tem o maior índice de atraso no retorno. Nesse caso, tais planos devem ser reduzidos ou evitados, pois tendem a fomentar o índice de inadimplência.

Conhecendo a taxa de retorno de cada plano você pode se planejar e controlar o fluxo de caixa dedicado ao crediário, sem colocar em risco a saúde financeira do seu negócio.

3. Índice de inadimplência por plano

Se você tem alguma experiência trabalhando com crediário sabe que muitos clientes não se importam em pagar uma taxa de juros para ter um prazo mais extenso e diminuir o valor das parcelas mensais.

Outros, no entanto, não estão dispostos a pagar juros e preferem quitar suas dívidas em menos tempo com valores maiores em cada parcela.

Ou seja:

Para reduzir a inadimplência da sua loja e torná-la mais lucrativa, é preciso oferecer planos adequados para cada perfil de cliente.

Mas atenção:

A diversidade de planos deve ser sempre apoiada por análises constantes, feitas separadamente.

Ao adotar essa prática, muitas lojas descobriram que a causa do seu alto índice de inadimplência estava concentrada em apenas um plano!

Informações como esta são cruciais para desenvolver uma estratégia capaz de reverter este quadro.

Agora que você já sabe quais são os principais indicadores para uma boa gestão do crediário próprio, trate de manter estas informações sempre atualizadas!

Só assim você poderá agregar mais qualidade ao crédito concedido aos clientes, reduzir a inadimplência e ainda gerenciar de forma mais eficiente o sistema de crediário da sua loja!

MC_Whitepaper_Inadimplencia_BannerCTA

Você vai se interessar também

O que muda com a chegada da Quod, o novo cadastro positivo dos bancos

Você já ouviu falar da Quod, o novo bureau de crédito do Brasil? A Quod é uma empresa controlada pelos cinco maiores bancos ...
5 min de leitura | 18/06/2019
como evitar calotes de clientes

8 dicas para evitar calotes de clientes

O calote é uma ameaça constante para quem vende à prestação. Portanto, se você trabalha com vendas parceladas precisa ...
4 min de leitura | 13/06/2019
risco de crédito no varejo

Risco de crédito no varejo: uma visão estratégica para lojas com crediário próprio

Já falei aqui no blog sobre como fazer gestão de risco de crédito em lojas que trabalham com crediário próprio. Trata-se ...
7 min de leitura | 11/06/2019

Por que você deve prestar atenção nestes três indicadores de gestão do crediário próprio

Receba as novidades por e-mail

Já falei em diversas oportunidades aqui no blog sobre boas práticas na gestão do crediário próprio.

Mas se eu fosse resumir tudo na forma de um “grande segredo sobre o seu crediário” ou algo do tipo, eu diria:

Adote um método eficaz de análise de crédito, capaz de fomentar as vendas no crediário sem comprometer o fluxo de caixa da loja.

Simples assim!

?

Ok. Eu sei que não é nada simples…

Mesmo assim, é algo fundamental para a saúde financeira do seu negócio!

Pensando nisso, decidi destacar neste artigo três indicadores que vão ajudar você a ampliar suas estratégias de análise e conceder crédito com maior qualidade na sua loja.

Mas, antes de ir adiante na gestão do crediário próprio, é importante que você entenda que a liquidez da sua empresa sofrerá um forte impacto com a adoção destes parâmetros.

Aliás, é bastante provável que você nunca tenha ouvido falar das informações que vou revelar a seguir…

Mas não se preocupe. São todos conceitos fáceis de entender e de aplicar no dia-a-dia do seu negócio!

Com vocês, os três indicadores fundamentais para a gestão do crediário próprio:

1. Faturamento médio por plano

Muitos lojistas adotam apenas um plano de pagamento fixo para todos os clientes, sem  perceber que a segmentação e a flexibilidade são importantes para atender às necessidades de cada um.

Prestar atenção nisso pode ajudar a reduzir drasticamente o índice de inadimplência e garantir maior liquidez para o capital de giro empenhado no crediário.

Sua loja pode ter vários planos de pagamento com prazos diferentes, desde que consiga avaliar o faturamento médio de cada um para saber qual deles é mais rentável.

Logo você descobrirá aquele plano que a maioria dos clientes prefere e se sente mais à vontade para pagar.

Com essas informações em mãos, você poderá definir um público-alvo interessante para realizar promoções e alavancar as vendas!

2. Prazo médio de pagamento por plano

Saber o prazo médio de pagamento de cada plano é muito importante para determinar quanto tempo, em média, sua loja leva para ter o retorno de um crédito concedido a um cliente.

Ao calcular este prazo, você consegue saber quais são os planos que permitem um retorno mais rápido para a empresa e facilitam o pagamento para os clientes.

O mesmo indicador pode revelar os planos que tem o maior índice de atraso no retorno. Nesse caso, tais planos devem ser reduzidos ou evitados, pois tendem a fomentar o índice de inadimplência.

Conhecendo a taxa de retorno de cada plano você pode se planejar e controlar o fluxo de caixa dedicado ao crediário, sem colocar em risco a saúde financeira do seu negócio.

3. Índice de inadimplência por plano

Se você tem alguma experiência trabalhando com crediário sabe que muitos clientes não se importam em pagar uma taxa de juros para ter um prazo mais extenso e diminuir o valor das parcelas mensais.

Outros, no entanto, não estão dispostos a pagar juros e preferem quitar suas dívidas em menos tempo com valores maiores em cada parcela.

Ou seja:

Para reduzir a inadimplência da sua loja e torná-la mais lucrativa, é preciso oferecer planos adequados para cada perfil de cliente.

Mas atenção:

A diversidade de planos deve ser sempre apoiada por análises constantes, feitas separadamente.

Ao adotar essa prática, muitas lojas descobriram que a causa do seu alto índice de inadimplência estava concentrada em apenas um plano!

Informações como esta são cruciais para desenvolver uma estratégia capaz de reverter este quadro.

Agora que você já sabe quais são os principais indicadores para uma boa gestão do crediário próprio, trate de manter estas informações sempre atualizadas!

Só assim você poderá agregar mais qualidade ao crédito concedido aos clientes, reduzir a inadimplência e ainda gerenciar de forma mais eficiente o sistema de crediário da sua loja!

MC_Whitepaper_Inadimplencia_BannerCTA

Você vai se interessar também

O que muda com a chegada da Quod, o novo cadastro positivo dos bancos

Você já ouviu falar da Quod, o novo bureau de crédito do Brasil? A Quod é uma empresa controlada pelos cinco maiores bancos ...
5 min de leitura | 18/06/2019
como evitar calotes de clientes

8 dicas para evitar calotes de clientes

O calote é uma ameaça constante para quem vende à prestação. Portanto, se você trabalha com vendas parceladas precisa ...
4 min de leitura | 13/06/2019
risco de crédito no varejo

Risco de crédito no varejo: uma visão estratégica para lojas com crediário próprio

Já falei aqui no blog sobre como fazer gestão de risco de crédito em lojas que trabalham com crediário próprio. Trata-se ...
7 min de leitura | 11/06/2019

A inadimplência não te deixa dormir?

Análise de crédito, cobranças automáticas e negativação de inadimplentes, tudo no mesmo sistema, tudo rápido e fácil.
Chega de preocupações!

A inadimplência não te deixa dormir?

Análise de crédito, cobranças automáticas e negativação de inadimplentes, tudo no mesmo sistema, tudo rápido e fácil.
Chega de preocupações!