Tendências do varejo e implicações no crediário

Você sabe o que o seu cliente espera do seu produto e da sua empresa? Mais do que se preocupar com seu próprio negócio, um lojista de sucesso precisa entender as tendências do mercado. E essas tendências são apenas um reflexo daquilo que o público está procurando e de como encontrar e abordar esses consumidores.

Veremos ao longo deste artigo algumas tendências do varejo e quais são as suas implicações para os varejistas que utilizam – ou pensam em utilizar – o crediário próprio. Fique ligado!

Varejo como serviço ao cliente

A principal tendência do mercado como um todo é a entrega de um serviço ao cliente. E até mesmo o varejo, que faz o comércio de produtos físicos, não fica de fora disso. Apenas o produto físico não basta para o consumidor, ele busca a criação de um vínculo com as empresas de quem consome.

Um bom exemplo disso é a venda de um tênis de uma grande marca. A empresa promete não apenas um tênis, e sim uma experiência completa que irá impactar em vários aspectos da vida daquele consumidor. Ele não terá apenas um par de calçados novos, ele fará parte daquela marca.

Mas será que é possível competir com as empresas digitais, que oferecem a venda de produtos com apenas dois cliques e no conforto de casa? Seguindo a lógica do varejo como serviço ao cliente, o lojista que possui a sua loja física tem uma oportunidade de ouro: ele pode interagir com seus clientes pessoalmente, cara a cara.

Além disso, através do uso do crediário, esse lojista ganha outro grande trunfo: o cliente volta à sua loja várias e várias vezes para fazer o pagamento dos carnês. Isso faz com que o consumidor já se sinta confortável na loja, criando um vínculo que vai muito além de compra e venda.

Vendas em “combo”

Sabe aquelas promoções típicas de fast food, em que se você comprar um hambúrguer com batata frita e refrigerante o preço sai muito mais em conta do que se comprados separadamente? Ou então os pacotes de meia que vendem 6 unidades ao preço de 5? Esses são os famosos combos, uma outra tendência do varejo.

Esse fenômeno pode ser estendido para os lojistas que fazem o uso do crediário em suas lojas. Imagine conceder descontos nas vendas de vários produtos juntos, ou então criar condições especiais de pagamento para quem já está realizando o pagamento das parcelas de uma compra. Com essas medidas você fará com que o seu cliente esteja constantemente comprando na sua loja.

Fast trending

O fast trending é uma tendência bastante ligada ao mundo da moda, em que determinada peça de roupa está na moda hoje, mas, no mês seguinte, já não é utilizada. As empresas do ramo estimulam isso através do lançamento de novas coleções depois de pequenos períodos de tempo.

Essa tendência, para quem utiliza o crediário próprio, representa uma ótima oportunidade de vendas. O seu cliente comprou uma calça e pagará em 12 vezes, porém, quando está pagando a sexta parcela ele encontra uma nova calça que é melhor do que a que ele está pagando. Ele faz a compra dessa nova calça em mais 12 parcelas, e assim segue o ciclo.

Momento de instabilidade no mercado

Essa não é uma tendência específica do setor do varejo, é, na verdade, uma realidade que todo o mercado está enfrentando: a driblar o atual cenário. Muitos podem pensar que isso será completamente negativo para qualquer negócio, mas a verdade é que não é bem assim.

Ao enfrentar dificuldades financeiras, muitos consumidores tendem a parcelar mais suas compras. E, como o crediário apresenta taxas de juros menores do que as dos cartões de crédito, a tendência é que essa seja a alternativa escolhida por grande parte deles. Sendo assim, mesmo em um momento de turbulência, o lojista que utiliza crediário próprio pode sair ganhando.

Franquia de confecção: criando as melhores promoções!

Você costuma acompanhar as tendências do varejo? O que achou da relação com o crediário? Deixe o seu comentário!