Como o crediário próprio pode ajudar sua loja a vender mais em tempos de crise

Para incrementar as vendas durante esses tempos de retração econômica, as lojas vêm buscando inúmeras soluções e oferecendo melhorias para atrair um maior número de clientes.

Uma destas soluções é adotar o crediário próprio, modalidade de pagamento que favorece o relacionamento com os clientes e também sua fidelização.

Oferecer a opção do crediário próprio permite ao varejista criar um diferencial, suplantando a concorrência e gerando um clima de maior confiança com seus clientes. Esse diferencial pode ser a melhor alternativa para aumentar as vendas, uma vez que o lojista normalmente percebe duas situações distintas quando busca clientes:

  • A captação de novos clientes pode custar até cinco vezes mais do que a manutenção de uma carteira já conquistada;
  • Os clientes fidelizados, que fazem compras de forma recorrente, são os que mais geram receita para a loja.

Diante dessa constatação, o lojista deve buscar oferecer não apenas produtos de qualidade, mas sim criar demanda induzida para o seu negócio. Ou seja: gerar um fluxo de clientes que compram de forma recorrente. E o crediário próprio é a ferramenta perfeita para gerar essa situação.

Com o crediário próprio não há necessidade de forçar uma venda, mas sim convencer o cliente de que esta é a melhor maneira de adquirir aquilo que precisa. É importante deixar claro para o consumidor que você está oferecendo uma opção a mais para que ele possa realizar seus desejos ou satisfazer uma necessidade pessoal ou familiar.

A importância do crediário próprio para o faturamento

Um lojista que trabalha com crediário próprio percebe que, quanto maior é o seu faturamento, mais importante torna-se o crediário. Atualmente, não são apenas os lojistas de pequeno porte que vendem a prazo: as grandes redes também estão oferecendo meios de vender de forma parcelada.

Uma loja consegue conquistar clientes oferecendo excelentes ofertas e facilidades, mas é preciso perceber o momento certo de aplicar novas estratégias. Diante da retração nas vendas, percebe-se facilmente que a maior parte dos clientes só pode comprar e atender suas necessidades se houver a oferta de crediário próprio.

Um período de retração nas vendas pode ser o momento certo para que o lojista de visão quebre alguns tabus, como o receio de perder dinheiro com inadimplência ao trabalhar com crediário, por exemplo. Vale um velho ditado: se está na chuva, é para se molhar!

Contudo, embora possa haver justificativas para o receio de implantar um crediário próprio, o lojista de menor porte também deve oferecer essa alternativa, principalmente em razão da proximidade que mantém com o consumidor.

O crediário próprio é mais uma forma de estreitar o relacionamento com os clientes, além de oferecer uma alternativa a mais para o pagamento das compras. Por isso, não perca tempo e comece agora mesmo a aplicar essa estratégia em sua loja! Basta dar atenção a alguns pontos básicos:

1.   Fazer análise de crédito do cliente

Simples e prática de ser feita, a análise de crédito vai dar ao lojista mais segurança na hora de vender pelo crediário próprio. Basta se filiar a serviços como o SPC e a Serasa e passar a consultá-los antes de aprovar cada venda. Dessa forma, ao negativar algum nome nestes cadastros, sua loja estará também contribuindo para manter o controle sobre a inadimplência.

2.   Manter um cadastro atualizado do cliente

Um sistema de gestão permite manter o cadastro atualizado de todos os clientes que já compraram na loja, inclusive com o histórico de compras e pagamentos. Usando as informações do cadastro, o lojista tem como trabalhar melhor com o crediário próprio, oferecendo, inclusive, limite ampliado para clientes mais fieis e garantindo maior volume de vendas.

3.   Criar meios para trabalhar com a inadimplência

A tecnologia de um sistema de gestão permite reduzir a inadimplência no crediário próprio, enviando boletos através de e-mails ou automatizando uma mensagem de agradecimento quando o sistema acusar o pagamento. Quando houver qualquer atraso, o sistema auxilia o contato com o cliente para negociar.

4.   Oferecer facilidades no crediário próprio

Algumas facilidades podem ser oferecidas no crediário próprio para que a rentabilidade da loja não seja comprometida. É possível, por exemplo, estipular limites diferentes para parcelar determinados valores, oferecendo mais parcelas para valores maiores.

5.   Implantar um plano de cobrança

O crediário próprio, inevitavelmente, vai gerar inadimplência ou atrasos em pagamentos. Mas essa situação pode ser administrada com a implantação de um bom sistema de cobrança. Ao mesmo tempo em que precisa cobrar, o lojista precisa ter cuidado para não perder o cliente no proceso.

Assim, uma simples mensagem para convidar o cliente para renegociar pode ser um primeiro passo. Se não houver resposta, o contato deve ser feito por telefone. Se mesmo assim não tiver sucesso, a loja deve enviar um cobrador ao endereço do cliente. Como última solução, deve se buscar uma parceria com alguma empresa de recuperação de crédito.

Crediário próprio para retenção de clientes

O crediário próprio é a melhor solução para aumentar as vendas. Com ele o lojista pode aplicar estratégias mais assertivas para retenção e fidelização dos clientes. Conceder descontos para clientes que fizerem o pagamento na própria loja, por exemplo, é uma excelente alternativa para fazê-los retornar, aumentando as chances de vender mais.

Usar o crediário próprio como forma de atrair e fidelizar clientes faz com que o consumidor confie no seu estabelecimento e se sinta melhor com a confiança nele depositada.

MC_CTA_eBook21_CadastroClientes

Você vai se interessar também

quando consultar o SPC do cliente

Quando devo consultar o SPC do cliente no crediário?

Consultar ou não consultar o SPC do cliente no momento da venda? Esta é uma dúvida muito comum para todo lojista que vende ...
6 min de leitura | 18/02/2020
cadastro positivo vale a pena

Cadastro positivo: vale a pena consultar se você vende no crediário próprio?

O cadastro positivo e suas possíveis aplicações no crediário têm sido um tema das perguntas que recebo diariamente de lojistas ...
6 min de leitura | 11/02/2020
como negativar um cliente devedor

Como negativar um cliente devedor no crediário

Negativar um cliente é um dos últimos recursos para tentar recuperar uma dívida no comércio. Além de representar um custo ...
8 min de leitura | 06/02/2020

Deixe seu comentário sobre o artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A inadimplência não te deixa dormir?

Análise de crédito, cobranças automáticas e negativação de inadimplentes, tudo no mesmo sistema, tudo rápido e fácil.
Chega de preocupações!

A inadimplência não te deixa dormir?

Análise de crédito, cobranças automáticas e negativação de inadimplentes, tudo no mesmo sistema, tudo rápido e fácil.
Chega de preocupações!