Como seria sua loja sem crediário próprio?

Muitos varejistas, principalmente nos segmentos de confecção, calçados e ótica, não conseguem mais imaginar sua loja sem crediário próprio.

Afinal, esse é modelo de pagamento mais indicado para se trabalhar com vendas a prazo em lojas com ticket médio de até R$ 600.

Os benefícios de trabalhar com crediário próprio são inúmeros.

Um deles é o uso do carnê de pagamento no lugar de boletos bancários ou cartões de loja.  

Como o pagamento do carnê só pode ser feito no caixa da loja, o cliente acaba incluindo na sua rotina o compromisso de ir até o seu ponto de venda ao menos uma vez por mês. Surge daí uma relação de fidelidade que não é comum nos estabelecimentos sem crediário.

Ficar sem essa importante ferramenta de fidelização é apenas uma das perdas que o seu negócio terá caso você decida parar de vender no crediário.  

E não é só isso.

Há outras vantagens competitivas que você deixará de ter se desistir de usar seu próprio capital para financiar as compras dos clientes.

Se isso alguma vez passou pela sua cabeça, sugiro que você faça um exercício de imaginação e tente visualizar sua loja sem crediário próprio.

Difícil, não é?

Para ajudá-lo nessa tarefa, listei alguns cenários possíveis para um lojista que não trabalha com esse método de pagamento.

Continue lendo e veja só o que poderia acontecer com o seu negócio:

O poder de compra do seu cliente seria menor

Se uma pessoa compra no crediário é por que provavelmente está precisando de crédito para poder consumir. E quanto mais caro custar esse crédito, menos dinheiro ela vai ter para gastar em compras.

Sendo assim, oferecer alternativas de pagamento com juros menores vai gerar compras de maior valor no seu estabelecimento.

Se levarmos em conta que a média de juros do crediário é de 5% ao mês contra 11,48% do cartão de crédito (dados de março de 2019), entenderemos por que é tão vantajoso ao lojista oferecer crediário próprio.

Na prática, mesmo que tenha acesso à concorrência, o cliente vai preferir comprar em uma loja que ofereça as facilidades do crediário, pois nela seu poder de compra será maior.

Se o seu comércio não oferecer essa facilidade de pagamento, o mesmo cliente provavelmente faria uma única compra, e de menor valor, sem perspectivas de retornar novamente.

Os juros sobre atraso seriam cobrados externamente

Ao trabalhar com crediário próprio sua loja assume todo o risco da inadimplência. Mas, em compensação, também recebe todos os benefícios decorrentes da cobrança de juros e multas.

Essa, aliás, é uma das principais diferenças do crediário próprio em comparação às outras modalidades de crediário, que envolvem financeiras e empresas administradoras de crédito.

A principal vantagem é que os juros cobrados sobre pagamentos em atraso são incorporados pelo caixa da sua empresa, tornando-se assim mais uma fonte de captação de recursos.

Em qualquer outro modelo de crediário, os juros de todas as operações ficam com o banco ou com a financeira responsável.

Você não poderia agir contra a inadimplência

Ao optar pelo crediário próprio, você consegue ter maior controle sobre o índice de inadimplência da sua loja.

Por acessar diretamente a lista dos clientes em atraso, é possível realizar campanhas de negociação com os inadimplentes antes de negativá-los nos órgão de proteção do crédito ou mesmo acioná-los judicialmente.

Mas para fazer isso você vai precisar manter um cadastro completo e atualizado de todos os seus clientes.

A partir daí, é só agregar estas informações a uma ferramenta de análise de crédito para poder avaliar o risco da cada cliente no momento da compra.

Sem esses recursos você acaba abrindo crediário sem critérios objetivos para se proteger dos calotes. Não demora muito e a sua loja estará perdendo de goleada da inadimplência!  

A frequência à sua loja seria menor

Como já disse no início deste artigo, a fidelização é uma das maiores vantagens do lojista que trabalha com crediário próprio.

Sem o compromisso de “pagar o carnezinho”, te garanto que a maior parte dos clientes não compareceria todos os meses na sua loja e o movimento geral teria uma queda significativa.

Diminuindo a frequência, o ticket médio individual também iria diminuir e a capacidade de retenção de clientes do seu negócio seria bem menor.

Já está comprovado que as pessoas costumam fazer uma nova compra cada vez que entram em uma loja para fazer um pagamento, ainda que seu propósito original tenha sido apenas pagar as contas.

Ou seja: o crediário próprio ajuda a aumentar as vendas.

E esse é o seu maior trunfo!

Viu só como seu negócio pode ser afetado por não vender no crediário próprio? Se você está precisando de ajuda para fazer a gestão dessas vendas, conheça o Meu Crediário. Temos a melhor solução para profissionalizar a concessão de crédito e cobrança na sua loja!

Você vai se interessar também

consulta CPF

Sua loja não consulta CPF por medo de perder clientes? Você pode estar perdendo mais do que imagina!

Consultar o CPF do cliente junto aos órgãos de proteção ao crédito antes de aprovar a abertura de crediário é um direito ...
2 min de leitura | 21/05/2019
Relatório de inadimplência

Relatório de inadimplência: como interpretar os dados e tomar as melhores decisões

Relatórios e planilhas de acompanhamento de modo geral costumam ser burocráticos e às vezes até difíceis de entender. Mas ...
3 min de leitura | 16/05/2019
aumentar o faturamento no crediário

O segredo para reduzir custos e aumentar o faturamento no crediário

Buscar novas estratégias para aumentar o faturamento no crediário é praticamente uma obrigação para o lojista que quer ter ...
5 min de leitura | 14/05/2019

Como seria sua loja sem crediário próprio?

Receba as novidades por e-mail

Muitos varejistas, principalmente nos segmentos de confecção, calçados e ótica, não conseguem mais imaginar sua loja sem crediário próprio.

Afinal, esse é modelo de pagamento mais indicado para se trabalhar com vendas a prazo em lojas com ticket médio de até R$ 600.

Os benefícios de trabalhar com crediário próprio são inúmeros.

Um deles é o uso do carnê de pagamento no lugar de boletos bancários ou cartões de loja.  

Como o pagamento do carnê só pode ser feito no caixa da loja, o cliente acaba incluindo na sua rotina o compromisso de ir até o seu ponto de venda ao menos uma vez por mês. Surge daí uma relação de fidelidade que não é comum nos estabelecimentos sem crediário.

Ficar sem essa importante ferramenta de fidelização é apenas uma das perdas que o seu negócio terá caso você decida parar de vender no crediário.  

E não é só isso.

Há outras vantagens competitivas que você deixará de ter se desistir de usar seu próprio capital para financiar as compras dos clientes.

Se isso alguma vez passou pela sua cabeça, sugiro que você faça um exercício de imaginação e tente visualizar sua loja sem crediário próprio.

Difícil, não é?

Para ajudá-lo nessa tarefa, listei alguns cenários possíveis para um lojista que não trabalha com esse método de pagamento.

Continue lendo e veja só o que poderia acontecer com o seu negócio:

O poder de compra do seu cliente seria menor

Se uma pessoa compra no crediário é por que provavelmente está precisando de crédito para poder consumir. E quanto mais caro custar esse crédito, menos dinheiro ela vai ter para gastar em compras.

Sendo assim, oferecer alternativas de pagamento com juros menores vai gerar compras de maior valor no seu estabelecimento.

Se levarmos em conta que a média de juros do crediário é de 5% ao mês contra 11,48% do cartão de crédito (dados de março de 2019), entenderemos por que é tão vantajoso ao lojista oferecer crediário próprio.

Na prática, mesmo que tenha acesso à concorrência, o cliente vai preferir comprar em uma loja que ofereça as facilidades do crediário, pois nela seu poder de compra será maior.

Se o seu comércio não oferecer essa facilidade de pagamento, o mesmo cliente provavelmente faria uma única compra, e de menor valor, sem perspectivas de retornar novamente.

Os juros sobre atraso seriam cobrados externamente

Ao trabalhar com crediário próprio sua loja assume todo o risco da inadimplência. Mas, em compensação, também recebe todos os benefícios decorrentes da cobrança de juros e multas.

Essa, aliás, é uma das principais diferenças do crediário próprio em comparação às outras modalidades de crediário, que envolvem financeiras e empresas administradoras de crédito.

A principal vantagem é que os juros cobrados sobre pagamentos em atraso são incorporados pelo caixa da sua empresa, tornando-se assim mais uma fonte de captação de recursos.

Em qualquer outro modelo de crediário, os juros de todas as operações ficam com o banco ou com a financeira responsável.

Você não poderia agir contra a inadimplência

Ao optar pelo crediário próprio, você consegue ter maior controle sobre o índice de inadimplência da sua loja.

Por acessar diretamente a lista dos clientes em atraso, é possível realizar campanhas de negociação com os inadimplentes antes de negativá-los nos órgão de proteção do crédito ou mesmo acioná-los judicialmente.

Mas para fazer isso você vai precisar manter um cadastro completo e atualizado de todos os seus clientes.

A partir daí, é só agregar estas informações a uma ferramenta de análise de crédito para poder avaliar o risco da cada cliente no momento da compra.

Sem esses recursos você acaba abrindo crediário sem critérios objetivos para se proteger dos calotes. Não demora muito e a sua loja estará perdendo de goleada da inadimplência!  

A frequência à sua loja seria menor

Como já disse no início deste artigo, a fidelização é uma das maiores vantagens do lojista que trabalha com crediário próprio.

Sem o compromisso de “pagar o carnezinho”, te garanto que a maior parte dos clientes não compareceria todos os meses na sua loja e o movimento geral teria uma queda significativa.

Diminuindo a frequência, o ticket médio individual também iria diminuir e a capacidade de retenção de clientes do seu negócio seria bem menor.

Já está comprovado que as pessoas costumam fazer uma nova compra cada vez que entram em uma loja para fazer um pagamento, ainda que seu propósito original tenha sido apenas pagar as contas.

Ou seja: o crediário próprio ajuda a aumentar as vendas.

E esse é o seu maior trunfo!

Viu só como seu negócio pode ser afetado por não vender no crediário próprio? Se você está precisando de ajuda para fazer a gestão dessas vendas, conheça o Meu Crediário. Temos a melhor solução para profissionalizar a concessão de crédito e cobrança na sua loja!

Você vai se interessar também

consulta CPF

Sua loja não consulta CPF por medo de perder clientes? Você pode estar perdendo mais do que imagina!

Consultar o CPF do cliente junto aos órgãos de proteção ao crédito antes de aprovar a abertura de crediário é um direito ...
2 min de leitura | 21/05/2019
Relatório de inadimplência

Relatório de inadimplência: como interpretar os dados e tomar as melhores decisões

Relatórios e planilhas de acompanhamento de modo geral costumam ser burocráticos e às vezes até difíceis de entender. Mas ...
3 min de leitura | 16/05/2019
aumentar o faturamento no crediário

O segredo para reduzir custos e aumentar o faturamento no crediário

Buscar novas estratégias para aumentar o faturamento no crediário é praticamente uma obrigação para o lojista que quer ter ...
5 min de leitura | 14/05/2019

Deixe seu comentário sobre o artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado.

A inadimplência não te deixa dormir?

Análise de crédito, cobranças automáticas e negativação de inadimplentes, tudo no mesmo sistema, tudo rápido e fácil.
Chega de preocupações!

A inadimplência não te deixa dormir?

Análise de crédito, cobranças automáticas e negativação de inadimplentes, tudo no mesmo sistema, tudo rápido e fácil.
Chega de preocupações!