Como negativar um cliente no SPC?

Incluir o nome de alguém em um cadastro de inadimplentes deve ser um dos últimos recursos do lojista para tentar recuperar uma dívida.

Recorrer a serviços como SPC e Serasa para negativar um cliente é algo que deve ser feito apenas quando esgotadas todas tentativas “amigáveis” de cobrança. Mas se você vende no crediário, pode ter certeza: mais cedo ou mais tarde isso vai acontecer.  

O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) é uma instituição privada que reúne informações sobre consumidores e empresas que devem no mercado. É a principal empresa do ramo no país e foca principalmente nos dados sobre os devedores no comércio, enquanto sua principal concorrente (Serasa) trabalha principalmente com a inadimplência em financiamentos bancários. Por isso é o cadastro mais utilizado pelos lojistas em geral.

Mas você sabe como fazer para cadastrar um nome no SPC de forma correta? Confira a seguir:

Siga estes cinco passos para negativar um cliente no SPC

  1. Mantenha o cadastro completo do cliente na loja. Cabe a empresa que negativa informar todos os dados do devedor e da dívida, tais como valor, data de vencimento, data da compra, nome completo, CPF, endereço e etc. Por isso, procure obter e confirmar todas as informações necessárias na hora da compra para não ter surpresas mais tarde. Se houver alguma divergência nestes dadosse o nome não bater com o CPF, por exemplo o sistema irá recusar a negativação.
  2. Tenha um documento assinado confirmando a dívidaMuitas lojas que trabalham com crediário usam notas promissórias ou os tradicionais carnês. Para reduzir as chances de ser acionado na justiça por alguém contestando uma cobrança indevida, o lojista deve solicitar ao cliente que apresente um documento com foto para conferência da assinatura no momento da compra.
  3. Verifique o tempo de atraso da prestação. Apesar da lei permitir cadastrar um nome no SPC no dia seguinte ao vencimento da dívida, recomenda-se esperar entre 30 e 45 dias para fazer a negativação. Nesse período você deve ligar para o devedor, informá-lo sobre o débito e tentar renegociar a dívida. Não esqueça: antes de negativar um cliente é preciso esgotar todas as possibilidades de negociação.
  4. Acesse o sistema do SPC para fazer a negativação. Para utilizar os serviços do SPC Brasil você deve ser associado à Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) da sua cidade e pagar uma taxa de uso. A negativação pode ser feita pela internet ou dirigindo-se a um posto de atendimento do SPC com todos os documentos necessários. Outra opção é utilizar um sistema de gestão de crediário que já ofereça a opção de negativar no SPC entre suas funcionalidades.
  5. Retire o nome do cliente assim que ele quitar a dívida. É importante não esquecer de descadastrar o consumidor do sistema dentro do prazo legal para que ele tenha novamente o “nome limpo” e possa voltar a comprar a prazo no comércio. Se sua loja demorar mais do que cinco dias para fazer isso, pode estar sujeita a uma ação por danos morais. Para não correr este risco, procure utilizar uma solução para gerenciar o processo de cobrança que cancele automaticamente o cadastro no SPC assim que registrar o pagamento.

Atenção para o risco de ações por danos morais

Além de seguir os passos acima, o lojista precisa tomar alguns cuidados extras para não correr o risco de ser acionado judicialmente ao negativar um cliente. Confira neste vídeo sete dicas que preparamos para você possa cadastrar sem medo os devedores no SPC:

Invista na análise de crédito e economize na cobrança

Como já dissemos, o ideal é evitar que uma situação de inadimplência se agrave ao ponto de ser necessário incluir o nome do cliente no SPC. Se a sua loja precisa recorrer constantemente à negativação de inadimplentes, está mais do que na hora de investir na qualidade das suas vendas.

Eficiência na cobrança começa com uma boa análise de crédito. Ou seja: de nada adianta gastar tempo e recursos para cobrar uma pessoa que não tem condições de pagar. Portanto, antes de vender no crediário tenha certeza de que o valor da compra e a quantidade de parcelas estão adequadas à capacidade de pagamento daquele cliente.

Para vender de forma mais segura no crediário, certifique-se de que sua loja utiliza um método eficiente de análise de crédito. Busque uma solução que seja capaz de avaliar o perfil dos seus clientes e classificá-los em categorias de acordo com o risco de inadimplência. Dessa forma, você poderá tomar a decisão de conceder ou não o crédito com base em informações confiáveis.

Agindo assim, você conseguirá reduzir significativamente o índice de inadimplência no seu negócio e recorrer cada vez menos aos serviços de proteção ao crédito para negativar um cliente. Pense nisso!