Como a tecnologia está melhorando a maneira de se fazer análise de crédito

De acordo com a Serasa Experian, a quantidade de inadimplentes hoje no Brasil totaliza 35 milhões de pessoas, o equivalente a cerca de 24,5% da população. Diante destes números, o desafio dos lojistas que vendem no crediário é duplo: ao mesmo tempo em que precisam ser criteriosos na análise de crédito, não podem tornar o processo muito demorado e cansativo para os seus clientes.

A boa notícia é que a utilização da tecnologia para fazer a análise de crédito – que normalmente é feita apenas utilizando a renda do cliente como variável – está tornando essa atividade cada vez mais automatizada, simples, rápida e focada no relacionamento, o que diminui os custos e melhora a produtividade dos profissionais, satisfazendo, consequentemente, os consumidores.

A seguir, veja alguns exemplos de como a tecnologia está melhorando a maneira de se fazer análise de crédito no Brasil:

1. Consulta aos dados do SPC e Serasa

O Sistema de Proteção ao Crédito (SPC) e a Serasa – empresa líder mundial em serviços de informação, fornecendo dados e ferramentas de análise a clientes ao redor do mundo – disponibilizam aos lojistas um serviço de consulta ao cadastro de inadimplentes.

No SPC, as empresas cadastradas podem avaliar o potencial dos seus clientes com base em critérios parametrizados de acordo com as suas politicas de concessão de crédito. O sistema é 100% online e pode ser operado via dispositivos móveis, como tablets e smparthones, por meio de um aplicativo. Também é possível acessar o Cadastro Positivo, um banco de dados que lista os consumidores que têm um bom histórico de pagamentos e que aderirem a esta lista.

O sistema da Serasa segue mais ou menos a mesma lógica, oferecendo uma série de serviços para que os empresários possam avaliar potenciais clientes antes de conceder crédito. Porém, trabalha com informações mais focadas em bancos.

2. Sistemas de relacionamento com o cliente

Além de fazer a consulta aos cadastros nacionais do SPC e da Serasa, existem sistemas de Customer Relationship Management (CRM) que os lojistas podem utilizar para cadastrar seus clientes e, com isso, acompanhar o histórico de compras, bem como os hábitos de consumo e de pagamento.

Estas soluções também são grandes alidadas na hora de analisar o crédito, pois se basear apenas no salário para estabelecer o limite de compras pode ser insuficiente. É possível, por exemplo, gerar relatórios gerenciais com informações como média de pagamentos efetuados em períodos específicos, média de atrasos e ticket médio, entre outras informações importantes para que a venda seja feita com tranquilidade, satisfazendo as duas partes.

3. Sistemas de concessão de crédito

O Meu Crediário está desenvolvendo uma solução que utiliza informações do SPC e da Serasa, bem como o histórico do cliente e dados de perfis parecidos cadastrados na base do lojista. A partir daí, o software faz o cruzamento das informações coletadas e gera um limite de compras, buscando dinamizar o processo ao mesmo tempo em que se minimizam os riscos à loja.

O sistema trará uma forma diferenciada de análise de crédito, pois une a análise ao relacionamento, tornando a coleta de dados fundamental no processo. Assim, o lojista também consegue utilizar as informações para ações de marketing, por exemplo.

Conclusão

Trabalhar com crediário é um diferencial competitivo, pois os consumidores querem ter diversas opções de pagamento na hora de comprar. Contudo, os lojistas querem vender sem medo de não receber. Por isso, estar por dentro de como a tecnologia pode ajudar na hora de analisar crédito também pode mostrar dinamismo e inovação.  

MC_Whitepaper_Inadimplencia_BannerCTA

Você vai se interessar também

crediário recuperação varejo pandemia covid-19 coronavírus

Varejo após a pandemia: o papel do crediário próprio na retomada das vendas

Muitos lojistas estão preocupados para saber o próximo episódio da crise instaurada no varejo brasileiro por conta da pandemia ...
2 min de leitura | 30/03/2020
impacto do coronavirus no comércio crediario

Coronavírus no comércio: como reduzir o impacto no seu crediário?

O isolamento social imposto pela pandemia de coronavírus está causando um enorme impacto no comércio, com lojas fechando e ...
5 min de leitura | 20/03/2020
como economizar na consulta ao SPC

Como (não) economizar na consulta ao SPC

Gerenciar recursos e cortar desperdícios são atitudes importantíssimas para qualquer rede varejista.  Mas é preciso ...
8 min de leitura | 12/03/2020

Um comentário em “Como a tecnologia está melhorando a maneira de se fazer análise de crédito

  1. Pingback: 5 estratégias para driblar a crise com um sistema de crediário próprio | Meu Crediário

Comentários estão fechados.

A inadimplência não te deixa dormir?

Análise de crédito, cobranças automáticas e negativação de inadimplentes, tudo no mesmo sistema, tudo rápido e fácil.
Chega de preocupações!

A inadimplência não te deixa dormir?

Análise de crédito, cobranças automáticas e negativação de inadimplentes, tudo no mesmo sistema, tudo rápido e fácil.
Chega de preocupações!