11 dicas para abertura de crediário durante o Natal

Imagine que você seja o dono de uma loja de confecção. Sua loja vende marcas exclusivas e possui diversas opções de presentes para o final de ano. Você sempre foi muito atento às condições de pagamento: sua loja não é de grande porte e a inadimplência é um grande perigo às operações de sua empresa. Vender no crediário, por exemplo, era algo que estava fora de cogitação. Mas, diferente dos últimos anos, neste Natal as vendas serão menores, e você, então, passa a considerar a opção de crediário em sua empresa.

Como fazer isso de forma a se manter protegido da inadimplência? Que precauções são necessárias para que essa nova forma de pagamento não se transforme em um pesadelo – e uma herança negativa para o próximo ano? Apresentamos abaixo 11 dicas de cuidados que devem ser tomados na abertura de crediário em sua empresa.

11 dicas para abertura de crediário durante o Natal

1. Se você for realizar vendas a prazo em sua loja, analise as condições financeiras de seus clientes e se elas possibilitam o pagamento das contas que serão assumidas. Avalie também se os seus clientes possuem histórico de bons pagadores no mercado.

2. Faça um cadastro completo de seus clientes. O cadastro deve incluir informações como nome completo, idade, renda, telefone e endereço. Essas informações serão muito úteis em caso de inadimplência – em que você precisará conversar com o cliente sobre quando e como ele poderá pagar suas dívidas.

3. Ofereça promoções para clientes que escolherem o sistema de crediário da loja. Descontos nos pagamentos podem fazer com que o cliente pense duas vezes antes de recusar essa modalidade de pagamento.

4. Quando entrar em uma situação de claro risco de inadimplência por parte do cliente, evite a venda no crediário. Nesse caso vale a pena manter a mercadoria na loja para ofertar a um cliente com disponibilidade de pagamento e que terá facilidade de recompra em sua loja.

5. Em vendas a prazo de maior valor, veja se é possível parcelamento com entrada. Agindo assim você reduzirá o risco de inadimplência.

6. Consulte o SPC ou a Serasa sempre que fizer uma venda a prazo; o valor das consultas são relativamente baixos e, com esses serviços à disposição, não vale a pena correr riscos nem mesmo com clientes mais antigos.

7. Você pode abrir a possibilidade de o cliente pagar as compras com cheque. Mas previna-se: dê preferência ao cheque pessoal do cliente, evitando receber cheques de terceiros ou cheques de outras praças.

8. Quando você realizar venda no crediário, seja carnezinho ou cheque, solicite ao cliente que apresente a carteira de identidade. Com o documento em mãos, você poderá comparar as assinaturas e verificar se o cliente é ele de fato.

9. Tenha em sua loja um aviso bem visível onde conste a relação de todos os documentos necessários para a abertura do crediário. Deixe as regras bem claras e, além de exigir que o cliente as cumpra, obedeça-as você também.

10. Esteja ciente de quanto é a renda mensal de seu cliente. Quando você for planejar os pagamentos a prazo com ele, evite que cada prestação assumida comprometa mais de 30% da sua renda mensal. Desse modo, você protegerá não apenas o comprador como também suas chances de receber em dia.

11. Estude as ferramentas disponíveis no mercado que auxiliam o lojista no planejamento ou execução do crediário próprio. Hoje em dia há aplicativos desenvolvidos especialmente para ajudar o lojista a acompanhar o comportamento dos clientes no mercado.

Abrir um crediário próprio na época de Natal apresenta muitas vantagens: você fideliza o cliente,aumenta a circulação na loja e aproveita para saber mais sobre o perfil do seu consumidor, fundamental para qualquer estratégia de mercado. Porém, como foi colocado, é preciso tomar os devidos cuidados ao disponibilizar essa opção para o cliente. O crediário deve ser oferecido com responsabilidade para que prejuízos futuros sejam evitados. Mas se bem planejado, o lojista só tem a ganhar.

Essas dicas foram úteis? Continue expandindo seus negócios a partir de abertura de crediário!

MC_Whitepaper_Inadimplencia_BannerCTA