Implantei um sistema de gestão de crediário em minha loja. E agora?

Depois de pesar os prós e os contras, analisar seu negócio e perceber o potencial do crediário próprio para alavancar vendas e fidelizar clientes, você finalmente decidiu oferecer mais esta opção de pagamento na sua loja.

Preocupado em garantir os resultados, tratou logo de implantar um sistema de gestão de crediário para otimizar os processos de análise de risco, concessão de crédito e cobrança.

Mas já se passaram algumas semanas e parece que o seu negócio ainda não decolou. As vendas continuam em baixa, a inadimplência não dá sinais de recuo e o otimismo inicial com o crediário próprio já começa a dar lugar a diversos questionamentos. E o que é pior: o investimento em um sistema especializado para administrar esta modalidade de pagamento não está dando o retorno esperado.

Se a sua loja está passando por situação semelhante, você já parou para pensar se o problema é realmente com o sistema? Será que você, como administrador da loja, não está esquecendo de fazer a sua parte para que tudo funcione a contento?

Garanta a qualidade das suas vendas

Seja para o lojista que acaba de implantar o crediário próprio ou para aquele que já trabalhava com vendas no carnê há algum tempo, a adoção de um sistema de gestão de crediário é altamente recomendável. Contudo, não se trata de uma “solução mágica” que vai resolver todos os seus problemas sem esforço.

Tenha em mente que a adoção de um sistema especializado como o Meu Crediário é só o primeiro passo. Antes de mais nada, é preciso saber usar corretamente as ferramentas de análise e consulta para que sua loja possa aumentar a qualidade das vendas, classificar de forma correta o risco de cada cliente e minimizar as chances de ficar sem receber.

Sem a devida atenção ao processo de consulta e análise, o sistema de gestão de crediário servirá apenas para “organizar a bagunça” de um negócio sem critérios definidos para vender a prazo. Ou seja: se não se preocupar com a qualidade das suas vendas você vai continuar correndo atrás do prejuízo e gastando demais para recuperar dívidas, mesmo utilizando as ferramentas de cobrança automatizada.  

Confira no vídeo a seguir algumas dicas de como tirar o melhor proveito do sistema de análise de crédito oferecido pelo Meu Crediário:

Entenda o comportamento dos seus clientes

Com a implantação de um sistema de gestão de crediário você terá em mãos uma solução capaz de organizar e administrar seu cadastro de clientes, mantendo um histórico de todas as vendas e pagamentos já efetuados. Dessa forma, é possível acompanhar a evolução do crédito de cada cliente e saber a quantas anda o relacionamento dele com o seu negócio.

Você terá condições de identificar, por exemplo, aquele cliente que compra com frequência no crediário e não costuma atrasar os pagamentos. Analisando seu histórico de compras ao longo do tempo é possível ter mais segurança para aumentar o limite desse cliente ou o número de parcelas para que ele possa comprar a prazo na sua loja.

Utilizando um sistema de gestão de crediário, as informações do cadastro do cliente podem servir para traçar o perfil do consumidor do seu negócio com mais precisão. Conhecer a idade, o sexo, a renda, o endereço e os hábitos de consumo de seus clientes vai lhe permitir criar promoções mais eficientes, montar um mix de produtos mais atraente e otimizar os níveis de estoque.

Capacite sua equipe para trabalhar com o sistema

Implantar em um negócio qualquer solução que envolva tecnologia é sempre um desafio. Com um sistema de gestão de crediário não é diferente. Depois de ajustar todos os detalhes técnicos é preciso capacitar os funcionários que vão trabalhar diariamente no cadastro e na aprovação do crédito, bem como o pessoal da área de cobrança.

Além de saber como utilizar as funcionalidades do sistema ligadas à sua função específica, cada colaborador deve estar preparado para atender da melhor forma possível o cliente, seja na hora de aprovar o crédito ou na hora de cobrar uma parcela em atraso.

No momento da análise, procure tornar o atendimento mais próximo e pessoal, explicando com clareza como funciona a política de crédito da loja e os motivos que levaram aquele cliente a receber determinada classificação de risco. Nessa hora, é importante deixar o consumidor à vontade e não tomar mais tempo do que o necessário para fazer o cadastro e a avaliação do crédito.

Na hora da cobrança, caso você tenha equipe própria para esta tarefa, o cuidado com o treinamento dos funcionários deve ser redobrado. Acionar o cliente por SMS lembrando do vencimento de uma parcela ou alertando sobre uma possível negativação é muito importante e eficiente, mas às vezes isso não é o suficiente. É preciso estar preparado para fazer a cobrança sem constranger ou ameaçar o cliente inadimplente, especialmente se for preciso incluir seu nome no SPC ou em outros serviços de proteção de crédito.

Divulgue o crediário próprio e suas vantagens

Se você trabalha com crediário próprio e pretende aumentar o número de clientes que utilizam este método de pagamento, é essencial comunicar a eles todas as condições e vantagens que a sua loja oferece. Entre elas estão os juros menores, mais flexibilidade na concessão e a ausência de taxas de manutenção, quando comparado com o cartão de crédito.

Sendo assim, não espere o momento de fechar a venda para informar o consumidor sobre a possibilidade de pagar no crediário. Você deve investir na divulgação do crediário próprio como um motivo a mais para atraí-lo para sua loja, expondo os argumentos que tornam esta opção de pagamento mais vantajosa para ele.

Para isso, desenvolva ações de marketing e publicidade levando em conta o perfil dos seus clientes, o ramo em que atua e a sua localização. Dependendo desta análise, você pode usar cartazes e faixas no PDV, distribuir panfletos e folders, fazer anúncios em rádios e jornais locais ou campanhas nas redes sociais. Até mesmo o próprio carnê pode ser um material de divulgação.

Outra estratégia que pode dar um ótimo retorno é o envio de SMS para consumidores já cadastrados. Se você está começando a trabalhar com crediário agora, procure alimentar o sistema com dados cadastrais dos seus clientes fiéis que compram à vista e envie mensagens a eles comunicando que sua loja passou a oferecer uma nova opção de pagamento.

Se você já vende no crediário há algum tempo e utiliza o Meu Crediário pode buscar por clientes inativos que eram bons pagadores e fazer uma campanha para trazê-los de volta à loja. Ao acompanhar o histórico do cliente no sistema você consegue saber se ele continua frequentando a loja e se ele costuma pagar em dia. Isto amplia o número de clientes que poderão optar pelo crediário sem que a empresa corra mais riscos de inadimplência.

Além disso, é possível pedir que os clientes indiquem nomes de referência de amigos ou parentes na hora do cadastro. Afinal, seu cliente está indicando uma pessoa que tem grandes chances de ser um bom pagador e um futuro cliente fiel.

Use o crediário como ferramenta de fidelização

Se você implantou um sistema de gestão de crediário no seu negócio, já deve estar ciente da importante ferramenta de fidelização de clientes que tem em mãos. Portanto, para que o crediário próprio se torne realmente um fator capaz de impulsionar as vendas, este aspecto não pode ser negligenciado. Aproveite o fato de que a maioria dos consumidores costuma retornar à loja para pagar as prestações e crie novas oportunidades de venda.  

Se você não sabe como otimizar este processo ou não tem ainda uma estratégia definida em sua loja, confira 8 dicas matadoras para fidelizar clientes que preparamos para você e comece agora mesmo a utilizar todo o potencial de fidelização que o crediário próprio oferece para o seu negócio. Não esqueça que fidelizar clientes custa menos do que conquistar novos compradores.

Para fazer com que o consumidor retorne à loja e se sinta incentivado a realizar uma nova compra, você deve usar a criatividade e desenvolver estratégias de retenção de forma a reforçar a relação de confiança que ele já estabeleceu com o seu negócio. Com isso, você aumenta as chances do consumidor não apenas se sentir satisfeito com a compra que acabou de fazer, mas ter vontade de voltar a sua loja sempre que precisar de um produto semelhante. E o melhor: recomendá-la aos amigos e familiares.

Lembre-se: um sistema de gestão de crediário sozinho não faz milagres!

Depois de ler este artigo, temos certeza de que você vai encarar de outra forma o papel do crediário próprio como uma ferramenta para vender mais e melhor. Se você tomou a decisão de investir em um sistema de gestão de crediário, não deixe de fazer a sua parte para que os resultados fiquem de acordo com a sua expectativa.

MC_CTA_eBook21_CadastroClientes