Saiba como o crediário pode aumentar suas vendas durante a crise

Geralmente, quando pensamos em compras a prazo, pensamos em primeiro lugar no parcelamento feito no cartão de crédito.

Porém, a situação da economia nacional está forçando brasileiros a retomarem outra forma de parcelamento que já foi muito popular: o crediário.

Esta modalidade de crédito consiste na emissão de um carnê, ou seja, de uma série de boletos bancários; e, graças à crise, ela deve ser mais procurada pelos clientes da sua loja nos próximos meses.

Juros reduzidos

Com a crise econômica, a maioria das pessoas está mais consciente a respeito das escolhas que deve fazer na hora de comprar. Uma dessas escolhas diz respeito a uma forma de pagamento com menor incidência de juros. E, nesse aspecto, o vitorioso da batalha cartão vs. crediário é bem visível.

Os juros do cartão de crédito chegaram a alcançar, recentemente, a marca de 419,6% ao ano. Enquanto isso, os juros aplicados sobre crediário ficam em patamares bem menores: cerca de 70% a 75% ao ano já que não dependem do mercado financeiro e são definidos pela própria loja. Na prática, isso significa que é possível parcelar as compras em mais vezes, sem ser prejudicado por juros astronômicos.

Possibilidade de negociação

Além de afetar diretamente o poder de compra dos indivíduos, a crise também está aumentando a taxa de desemprego. Isso, é claro, cria certo receio em relação às compras a prazo; afinal, como saber se dentro de dois ou três meses ainda teremos um emprego estável que permita continuar pagando nossas contas?

Devido a este cenário, os clientes procuram evitar as compras a prazo. Porém, quando elas são necessárias, preferem uma forma de pagamento mais flexível em termos de negociação. Como o crediário próprio é gerenciado pela própria loja (e não por uma instituição financeira), ele é mais acessível. Muitos compradores, especialmente aqueles que já possuem um histórico anterior de compras na sua loja, irão escolher o crediário graças à possibilidade de renegociar a dívida, caso ocorra um imprevisto.

Facilidade de organização

Mais um motivo pelo qual a crise pode aumentar as vendas por meio do crediário em sua loja é a praticidade que este formato garante em termos de organização. Como ainda não há uma cultura estabelecida para acompanhar as compras feitas no cartão de crédito, o brasileiro costuma perder o controle dos gastos e só descobre onde seu dinheiro foi parar quando chega a fatura.

O crediário, por outro lado, usa o formato de carnê de boletos bancários. Ou seja, é algo mais palpável, mais fácil de ser controlado. Isso favorece a organização das contas, algo que todos nós estamos reaprendendo a fazer.

Análise de crédito menos rigorosa

Nem todos os motivos para o retorno do crediário partem do cliente. Sua loja provavelmente também verá muitos compradores solicitando o crediário porque os bancos ou financeiras limitaram a liberação de crédito. Tomando os devidos cuidados para não sofrer prejuízos, sua loja pode aproveitar essa oportunidade para captar e fidelizar estes compradores oferecendo a eles uma alternativa para o pagamento de suas compras: via crediário.

O crediário é uma forma de pagamento a prazo que traz diversas vantagens, tanto para o cliente quanto para a loja. E, com o contexto da crise, ele pode ser a alternativa certa para alavancar as suas vendas.

Se você quiser saber mais sobre crediário, vendas e análise de crédito, não deixe de ler outros artigos em nosso blog.

MC_CTA_eBook_AceleradorVendas

Você vai se interessar também

O que muda com a chegada da Quod, o novo cadastro positivo dos bancos

Você já ouviu falar da Quod, o novo bureau de crédito do Brasil? A Quod é uma empresa controlada pelos cinco maiores bancos ...
5 min de leitura | 18/06/2019
como evitar calotes de clientes

8 dicas para evitar calotes de clientes

O calote é uma ameaça constante para quem vende à prestação. Portanto, se você trabalha com vendas parceladas precisa ...
4 min de leitura | 13/06/2019
risco de crédito no varejo

Risco de crédito no varejo: uma visão estratégica para lojas com crediário próprio

Já falei aqui no blog sobre como fazer gestão de risco de crédito em lojas que trabalham com crediário próprio. Trata-se ...
7 min de leitura | 11/06/2019

Saiba como o crediário pode aumentar suas vendas durante a crise

Receba as novidades por e-mail

Geralmente, quando pensamos em compras a prazo, pensamos em primeiro lugar no parcelamento feito no cartão de crédito.

Porém, a situação da economia nacional está forçando brasileiros a retomarem outra forma de parcelamento que já foi muito popular: o crediário.

Esta modalidade de crédito consiste na emissão de um carnê, ou seja, de uma série de boletos bancários; e, graças à crise, ela deve ser mais procurada pelos clientes da sua loja nos próximos meses.

Juros reduzidos

Com a crise econômica, a maioria das pessoas está mais consciente a respeito das escolhas que deve fazer na hora de comprar. Uma dessas escolhas diz respeito a uma forma de pagamento com menor incidência de juros. E, nesse aspecto, o vitorioso da batalha cartão vs. crediário é bem visível.

Os juros do cartão de crédito chegaram a alcançar, recentemente, a marca de 419,6% ao ano. Enquanto isso, os juros aplicados sobre crediário ficam em patamares bem menores: cerca de 70% a 75% ao ano já que não dependem do mercado financeiro e são definidos pela própria loja. Na prática, isso significa que é possível parcelar as compras em mais vezes, sem ser prejudicado por juros astronômicos.

Possibilidade de negociação

Além de afetar diretamente o poder de compra dos indivíduos, a crise também está aumentando a taxa de desemprego. Isso, é claro, cria certo receio em relação às compras a prazo; afinal, como saber se dentro de dois ou três meses ainda teremos um emprego estável que permita continuar pagando nossas contas?

Devido a este cenário, os clientes procuram evitar as compras a prazo. Porém, quando elas são necessárias, preferem uma forma de pagamento mais flexível em termos de negociação. Como o crediário próprio é gerenciado pela própria loja (e não por uma instituição financeira), ele é mais acessível. Muitos compradores, especialmente aqueles que já possuem um histórico anterior de compras na sua loja, irão escolher o crediário graças à possibilidade de renegociar a dívida, caso ocorra um imprevisto.

Facilidade de organização

Mais um motivo pelo qual a crise pode aumentar as vendas por meio do crediário em sua loja é a praticidade que este formato garante em termos de organização. Como ainda não há uma cultura estabelecida para acompanhar as compras feitas no cartão de crédito, o brasileiro costuma perder o controle dos gastos e só descobre onde seu dinheiro foi parar quando chega a fatura.

O crediário, por outro lado, usa o formato de carnê de boletos bancários. Ou seja, é algo mais palpável, mais fácil de ser controlado. Isso favorece a organização das contas, algo que todos nós estamos reaprendendo a fazer.

Análise de crédito menos rigorosa

Nem todos os motivos para o retorno do crediário partem do cliente. Sua loja provavelmente também verá muitos compradores solicitando o crediário porque os bancos ou financeiras limitaram a liberação de crédito. Tomando os devidos cuidados para não sofrer prejuízos, sua loja pode aproveitar essa oportunidade para captar e fidelizar estes compradores oferecendo a eles uma alternativa para o pagamento de suas compras: via crediário.

O crediário é uma forma de pagamento a prazo que traz diversas vantagens, tanto para o cliente quanto para a loja. E, com o contexto da crise, ele pode ser a alternativa certa para alavancar as suas vendas.

Se você quiser saber mais sobre crediário, vendas e análise de crédito, não deixe de ler outros artigos em nosso blog.

MC_CTA_eBook_AceleradorVendas

Você vai se interessar também

O que muda com a chegada da Quod, o novo cadastro positivo dos bancos

Você já ouviu falar da Quod, o novo bureau de crédito do Brasil? A Quod é uma empresa controlada pelos cinco maiores bancos ...
5 min de leitura | 18/06/2019
como evitar calotes de clientes

8 dicas para evitar calotes de clientes

O calote é uma ameaça constante para quem vende à prestação. Portanto, se você trabalha com vendas parceladas precisa ...
4 min de leitura | 13/06/2019
risco de crédito no varejo

Risco de crédito no varejo: uma visão estratégica para lojas com crediário próprio

Já falei aqui no blog sobre como fazer gestão de risco de crédito em lojas que trabalham com crediário próprio. Trata-se ...
7 min de leitura | 11/06/2019

Um comentário em “Saiba como o crediário pode aumentar suas vendas durante a crise

  1. Pingback: Crediário próprio e cartão de loja: qual é melhor? | Rede Brasil Crediário

Deixe seu comentário sobre o artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado.

A inadimplência não te deixa dormir?

Análise de crédito, cobranças automáticas e negativação de inadimplentes, tudo no mesmo sistema, tudo rápido e fácil.
Chega de preocupações!

A inadimplência não te deixa dormir?

Análise de crédito, cobranças automáticas e negativação de inadimplentes, tudo no mesmo sistema, tudo rápido e fácil.
Chega de preocupações!