Como se livrar do medo de cobrar inadimplentes

Em março, de acordo com a Serasa Experian, o número de brasileiros inadimplentes bateu o recorde: chegou a cerca de 60 milhões de pessoas. O mundo dos negócios sempre foi feito de altos e baixos, é verdade, principalmente o comércio, que muitas vezes tem que lidar de forma direta com maus pagadores.

O problema, no entanto, tende a se gravar quando o próprio comerciante prefere amargar o prejuízo do que partir para a cobrança. Claro que nem todo mundo que está inadimplente é caloteiro, mas como identificar quem é quem, inclusive para fazer uma cobrança diferenciada? Sim, porque fica mais fácil cobrar quando conseguimos entender o que levou o cliente a deixar de pagar.

O ideal, então, é contar com ferramentas que mostrem o histórico de compras do cliente, que acessem as informações do Serasa e do SPC, o valor de seu tíquete médio, qual o seu nível de endividamento na praça, a média dos seus atrasos e até o score em algumas lojas. Tendo um programa para cadastro que forneça essas informações, fica muito mais fácil traçar uma estratégia e acabar de vez com o medo de cobrar inadimplentes, recuperando o lucro da sua loja e, quem sabe, até vários clientes.

Cobrar inadimplentes não é um bicho de 7 cabeças

Já vai longe o tempo em que a ameaça era a ferramenta preferida dos cobradores. Hoje essa prática está formalmente abolida inclusive pelo Código de Defesa do Consumidor, que proíbe excessos e constrangimentos. Claro que você quer receber o que lhe é de direito, mas há várias formas de conseguir isso, inclusive conhecendo mais sobre o perfil do cliente.

Os dados da Serasa mostram que, a cada dez pessoas, quatro estão devendo alguma coisa em algum lugar. Por isso, ao olhar o histórico de compras de determinado cliente, você pode perceber se ele é um devedor contumaz ou apenas alguém que realmente deixou passar a data de pagamento por algum imprevisto, infortúnio ou até esquecimento.

Uma boa estratégia é enviar SMS, WhatsApp ou e-mail com a data de vencimento que se aproxima, lembrando-o do pagamento. Isso ajudará os esquecidos e lembrará aos demais de que você está esperto em relação aos prazos.

Ofereça opções de pagamento ao cobrar inadimplentes

Imprescindível em qualquer negociação, você pode estruturar essas opções com base nas informações dos seus clientes. Para os devedores contumazes, por exemplo, você pode apertar um pouco mais o cerco, exigindo pagamento à vista ou reduzindo o leque de opções, como cash, emissão de boleto ou uma data mais próxima para negociar um desconto.

No entanto, ele pode ser um cliente que esteja passando por dificuldades momentâneas, mas que valha a pena manter. Neste caso, você pode oferecer reparcelamento da dívida, juros menores ou prazos maiores. Procure-o com uma proposta, não espere ele tomar a iniciativa.

Tome medidas preventivas

Evitar que a inadimplência aconteça também é uma excelente estratégia que pode evitar muitos prejuízos. Uma boa ideia é oferecer vantagens para quem quitar o crediário antes do prazo final. Ofereça um desconto maior ou alguma promoção especial, como juros mais baixos na próxima compra ou um mês de prazo para começar a pagar.

O cadastro de clientes também é uma ótima forma de evitar a inadimplência. Através dele você monitora os melhores compradores e identifica os que têm mais dificuldade em manter os acordos pré-estabelecidos, reduzindo prazos de crediário ou aumentando a margem de lucro, por exemplo.

Monte um departamento próprio ou/e invista em tecnologia

Mesmo que você não tenha um departamento próprio de cobrança – ideal porque o deixa livre para se ater a outras tarefas mais produtivas para o seu negócio – investir em tecnologia é fundamental. Hoje, é ela que monta a base de informações necessárias para que você estruture a sua cobrança de forma realmente eficiente, chegando com ações assertivas em cada tipo de devedor.

Um programa para cadastro, por exemplo, é fundamental para recolher e organizar os dados da sua cartela de cliente, mantendo também um histórico de compras que pode ser atualizado – e acessado – sempre que necessário. Dessa forma, a qualquer hora e lugar você põe os olhos nas referências necessárias para encontrar a melhor solução e recuperar seu pagamento, seja ele por simples atraso ou perda.

O importante é compreender que há várias medidas administrativas que podem ser tomadas antes de uma cobrança judicial, por exemplo, e que podem reverter o índice de inadimplência da sua loja de forma muito mais fácil do que você imagina.

Prepare-se para implementar a tecnologia no seu modelo de crediário e afastar de vez o medo de cobrar inadimplentes. Conheça o Meu Crediário e descubra todas as soluções oferecidas para a sua loja!

MC_Whitepaper_Inadimplencia_BannerCTA

Você vai se interessar também

Como contratar vendedores temporários no comércio?

A partir de novembro, assim que começa a temporada de vendas de Natal, começa também a corrida dos lojistas para contratar ...
5 min de leitura | 12/11/2019

Concorrência no crediário: sua loja precisa mesmo vender em 10x sem juros?

Você alguma vez já se pegou olhando para as ofertas da concorrência e imaginando “como será que eles fazem para vender no ...
6 min de leitura | 07/11/2019
black friday

Black Friday 2019: como criar as melhores ofertas e vender mais!

Estamos nos aproximando do final do ano e já está na hora de preparar sua loja para um dos eventos mais importantes para o comércio ...
15 min de leitura | 29/10/2019

Deixe seu comentário sobre o artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A inadimplência não te deixa dormir?

Análise de crédito, cobranças automáticas e negativação de inadimplentes, tudo no mesmo sistema, tudo rápido e fácil.
Chega de preocupações!

A inadimplência não te deixa dormir?

Análise de crédito, cobranças automáticas e negativação de inadimplentes, tudo no mesmo sistema, tudo rápido e fácil.
Chega de preocupações!